terça-feira, novembro 15, 2005

Recebi hoje

Chamamento à participação: direito de resposta na Rede TV!

Justiça suspende programa de João Kleber e dá à sociedade direito à "contrapropaganda"

Prezados e prezadas colegas,

Como muitos de vocês devem saber, a Justiça brasileira determinou que a Rede TV! suspendesse a transmissão do programa Tarde Quente , do apresentador João Kleber. Tratava-se de um programa que exibia diariamente "pegadinhas" que humilhavam, ofendiam e reforçavam preconceitos - contra homossexuais, mulheres, e pessoas com deficiência, entre muitos outros. Ou seja, um programa que violava os direitos humanos fundamentais.

A determinação é fruto de uma ação civil pública, movida pelo Ministério Público Federal e assinada também por ONGs de direitos humanos. Além da suspensão da exibição do programa, a ação pediu também um espaço para "contrapropaganda", ou seja, que seja exibido, no lugar da Tarde Quente , programas de TV que defendam os direitos humanos. Esses programas devem ser exibidos por cerca de 60 dias, no mesmo horário do programa suspenso: das 17h às 18h30, de segunda a sábado, em rede nacional. E o início da nova programação acontece já nos próximos dias.

Esta é a razão pela qual lhes escrevemos agora. A ocupação desse horário na TV é uma vitória de todos os defensores dos direitos humanos, e queremos fazer valer esta conquista. Esta carta é um convite a sua entidade para que coopere conosco, para provar ao telespectador brasileiro que é possível fazer programas de TV de qualidade sem baixaria. Que a televisão pode ser muito melhor do que é hoje.

Se vocês têm documentários, filmes, entrevistas, debates ou qualquer outro programa de TV que aborde a temática dos direitos humanos, entrem em contato conosco. Queremos construir uma grade que inclua programas audiovisuais já produzidos pela sociedade, que tratem de temas como diversidade cultural, igualdade de gênero, etnia, exclusão social, meio-ambiente e violência, entre muitos outros.

Da mesma forma, precisamos de parceiros que tenham estrutura para produzir programas de televisão - estúdio, câmeras, ilhas de edição, geradores de caracteres, etc. Queremos descentralizar a produção, trazendo as mais diferentes regiões do país e as mais diferentes organizações e movimentos sociais, para que a ocupação da Rede TV! seja uma amostra da diversidade e da pluralidade que o Brasil tem a oferecer.

Estamos à sua disposição para explicar mais sobre essa história pelo e-mail direitosderesposta@intervozes.org.br ou pelos seguintes telefones:
- Marcio (11) 9605-6391
- Giovanna (11) 8159-6011
- Rosário (81) 3301.5241
- Adriano (61) 9909-8164

Um comentário:

Felipe Campbell disse...

Caralho, que autoritarismo, voltamos à ditadura. As pegadinhas do João Kléber eram as únicas coisas que prestavam naquela rede de televisão. Eram de chorar de rir (montagens ou não). Como podem ter acabado com elas? ISso não existe!!! Puta merda!!!