sexta-feira, dezembro 23, 2005

Então eu não vivi 2005?

Da coluna do Lúcio Ribeiro, na Folha Online. Vou colocar em negrito o que eu efetivamente fiz:

VOCÊ NÃO VIVEU 2005 SE...

1 ...não baixou uma música da internet, queimou um CD com um disco que ainda não tinha sido lançado, comprou (ou sonhou com) um iPod, mandou um MSN, se cadastrou no Orkut, participou de alguma comunidade, fuxicou scrapbooks alheios, procurou uma banda no MySpace...

2 ...não vibrou em um show dos Strokes, não se emocionou com os velhinhos do MC5, não ficou encantado com o Arcade Fire, não cantou junto com o Weezer, não quis subir no palco do Iggy Pop, não requebrou junto com a M.I.A., não empurrou a bolha gigante do Flaming Lips, não morreu de vontade de ver o White Stripes tocando do lado de fora do histórico Teatro Amazonas...

3 ...não viu o craque Ronaldinho fazer malabarismos em propaganda da Nike, chutar de longe a bola no travessão, a bola voltar no peito dele, ele mandar de novo na trave, ela voltar. E aí você não acreditou no começo, depois acreditou, depois não, depois sim. Até confessarem que era truque e você ainda assim achar que o Ronaldinho seria capaz de fazer aquilo

4 ...não viu a fantástica série "Lost", passou a ter pavor infinito de viajar de avião, pensou numa teoria conspiratória que explicasse o que estava acontecendo na série, foi pesquisar sobre as teorias malucas ditas por outras pessoas, ligou para um amigo para conversar sobre "detalhes incríveis que passaram despercebidos" e ainda tenta adivinhar, em vão, um final para essa trama sinistra.

* a lista acima saiu em reportagem de capa recente da dominical Revista da Folha, sobre os fatos mais marcantes de 2005. Tinha um último item, sobre o Corinthians e um certo pênalti não dado, que eu tirei devido à enxurrada de reclamações de amigos corintianos.

*************************************************

Senti falta de ele ter comentado sobre o Placebo, que tocou em um monte de cidades – inclusive aqui em Brasília, bem no dia do meu aniversário, e atraiu gente que nem sabia quem eram os caras... Depois eu comprei o CD, o que foi ótimo, porque assim me lembro de como eles cantaram cada música no show.

Não assisti a Lost e, honestamente, nem senti falta (ei, amigos fãs da série: nada contra. Eu é que não me ligo muito nesses programas. Só gosto de Simpsons e Sex and the city).

3 comentários:

Ale Carvalho disse...

Menina, não vá na corda do Lúcio....rs..
Mas olha, boas festas pra ti!!! Vamos sonhar com novidades boas para o ano que vem! bjs

Françoise disse...

Quem em sã consciência não desejou um iPod? Uhmmm. o objeto do desejo de 99.9% da população mundial. Olha o que a Apple faz com a gente.
Mari querida: um super natal pra ti e um 2006 deliciosamente maravilhoso. nos vemos no ano que vem, tá?
beijinhos sabor chocottone.

I Am Evil disse...

Eu tenho uma preguiça dessa polícia do cool...