segunda-feira, maio 03, 2010

Bienvenido a Miami

Tinham me dito que os corredores do Aeroporto de Miami sao gigantescos, e agora consigo ter uma ideia do motivo (sorry, nao tem acentos no computador onde estou): eh para ver se os americanos queimam alguma caloria depois de comer alguma daquelas bobagens que so eles sabem criar.

Eles comem, e comem como se nao houvesse amanha. Voce vira para o lado e ve uma mulher enorme devorando (aos quadradinhos) uma barra de chocolate tao imponente quanto. Do outro, tem um cara levando (de uma vez so) tres pacotinhos lotados daquelas balas de doce de leite (eca, odeio). Tem salgadinhos de todos os tipos e tamanhos, um mais trash do que o outro.

So que para ver e comprar tudo isso eh preciso caminhar, irmao, caminhar. Nao tem nada pertinho nessa bodega.

Minha colega queria ir ao Starbucks, e o caminho entre o nosso portao de embarque e a dita cafeteria da mais ou menos metade do caminho de Santiago de Compostela. Ai, cheguei la e me permiti, alem do meu mocha branco (amo), experimentar o menor doce que tinha la: uma parada chamada danish cujo diametro da mais ou menos o do meu palmo. Comi observando uma galera da American Airlines que fica em terra, quase todos latinos e de macacao.

Quem passava via que eu e a F. estavamos com aquele famoso copo da marca (eu, me sentindo uma colonizada and loving it) e perguntavam onde era a cafeteria. Acho que dei a seguinte informacao pra umas 10 pessoas diferentes:

- Straight ahead, turn right, down the stairs, D35.

Facil demais!

Ou seja, se nada mais der certo, volto pra Miami para trabalhar pro Starbucks.

.........................................................

Miami tambem eh um lugar intrigante para quem passou a vida inteira estudando ingles, fazendo testes de proficiencia, lendo NYT, dando aula e o diabo a quatro. Isso porque ninguem se da ao trabalho de ensaiar uma palavra sequer na lingua de Shakespeare.

A comecar pelo funcionario da imigracao que me entrevistou, cujo sobrenome era hispanico.

- And you came here de ferias? - ele me perguntou.

De ferias, amigo? Nao, nao vim de ferias.

No proximo post eu conto por que vim.

2 comentários:

Diário da África disse...

Eu sei!

m.Jo. disse...

Viajar é bom, mesmo quando não são férias.
Aproveite e divirta-se.