segunda-feira, maio 31, 2010

Exótico

Coisas de que vou sentir saudade em Santa Fé: a arquitetura, a possibilidade de ver um monte de galerias de arte enfileiradas uma depois da outra e a vibe das pessoas, que é muito legal.

Os moradores são receptivos com os viajantes, e os próprios turistas são superabertos a bater papo com gente nova. Principalmente quando descobrem que você é brasileiro (a) e, portanto, exótico. Hehe.

Coisa de que não vou sentir falta: a cultura superindividualista num lugar que se diz tão bicho-grilo, nova era, etc. Todo mundo aqui, seja residente, seja turista, tem seu veículo. E, por conta disso, o transporte público torna-se quase inexistente. Agências que organizam tours? Esqueça. O lance é pegar seu carro próprio ou alugado e sair dirigindo por aí.

A mesma lógica vale para os telefones. Como todo mundo tem celular, não existem orelhões. Muito esquisito.

Acho que soo meio caipira dizendo essas coisas todas, mas não consigo não reparar nessa diferença tão grande com relação a outros lugares que já vi.

O legal de não ter carro (morro de medo de dirigir fora de casa) é que explorei a cidade inteira a pé e passei a saber tudo sobre ela. Agora chegou a hora de puxar o carro.

Vou pra San Francisco, Califórnia. De la eu faco o proximo post. Beijos.

3 comentários:

Mariana disse...

Gata, qual o motivo da sua viagem pros EUA? Trabalho ou vacation mesmo? Beijos e saudades!

Mari Ceratti disse...

To de ferias! :-)
Na volta tem sessao de historias + fotos.
beijo!

amp disse...

Eu vi isso no circuitão Palm Springs, Desert Palm, Indio.. parei o carro todo torto na rua diante de uma mulher (que me olhou torto..) sobre um telefone público. Disse que não havia e ME OFERECEU SEU CELULAR para ligar para minha mamãe no Brasil.

Como diz Elis: Gente finam é outra coisamm.. ^_^