quarta-feira, janeiro 27, 2010

Mentos voador

Todo mundo aí sabe o que é Mentos, né? Aquela balinha refrescante, gostosa, etc., etc. Pergunto logo porque não sei se ela é vendida em outros países da CPLP, rsrsrs.

Cheguei em casa hoje (ontem) e, no minuto em que me sentei no sofá, vi que havia uma cordinha comprida pendurada do lado de fora do prédio. Ela começou a se mexer como se tivesse alguém puxando-a no andar de cima e... voilà! Havia uma embalagem de Mentos amarrada na ponta.

Bom, resta dizer que as cenas a seguir poderiam estar no roteiro de um desenho animado ou algo do gênero: minutos depois, o Mentos voador começou a dançar bem diante da minha janela. A cordinha se mexia ora rapidamente, ora lentamente. Corda e bala desceram um pouco até o meu parapeito e ali pararam por uns segundos. Depois, a movimentação começava toda de novo.

Ri um monte, óbvio.

Pô, eu adoro balinhas, mas não estava a fim de ir atrás delas nem de simplesmente cortar a corda -- e o jogo da criança. Sim, porque para fazer uma brincadeira surtada dessas, tem que ser criança, né?

O mais ridículo é que, provavelmente, o pequeno cidadão do andar de cima deixou sua obra de arte ainda pendurada na frente da janela e foi dormir. Muito prazer, eu sou a Mari e minha casa tem vista para um Mentos.

Eu fechei os vidros e tô indo pra cama daqui a pouco. Se eu acordar nesta manhã de quarta e o móbile ainda estiver na área, o que vocês acham: corto a corda, ligo pros pais do moleque ou apelo geral e chamo logo o síndico?

Beijo, aguardo resposta, Mari

Update: o aparato corda + Mentos já tinha ido embora da minha vida quando acordei.

4 comentários:

Tião disse...

olá, mariana. muito bom saber da sua presença nessas janelas outras aqui. vim e voltarei, com prazer. e todo cuidado é pouco com o ataque dos mentos voadores: dizem, na surdina, que eles, depois de aparecerem na janela, disparam jatos de glicose de alta potência na direção dos incautos que caem na graça da sua visão. beijo do tião.

Mari Ceratti disse...

Tião,
Ainda bem que tenho um escudo contra essas coisas do mal! rsrsrs
beijo!

Helga disse...

Eu cortava a corda e ficava com o mentos. :P

RC disse...

Fiz muito isso - não com Mentos, é claro - quando era criança..