sexta-feira, janeiro 22, 2010

Steve e o hambúrger

Atenção: todas as informações deste post estão sujeitas a alterações.

Até pouco mais de um ano atrás, a quadra comercial da 412 Norte, aqui em Brasília, era novinha e sem graça. Não havia uma loja sequer aonde desse vontade de ir. Mas as coisas são um pouco diferentes hoje.

Aí, em março passado, chegou o Steve, que já fazia um dos melhores hambúrgueres da face da Terra nas happy-hours da Embaixada do Reino Unido. E a quadra começou a ficar mais atraente -- pelo menos pra mim.

A casa de hambúrgueres de Steve Hogg, um norte-americano nascido no Missouri, nunca foi oficialmente aberta. Até o nome, Burger Gourmet, é provisório (vai mudar em breve para Steve's Burger, eu vi a plaquinha nova!). Isso porque em março de 2009 ele resolveu abrir a loja só para treinar os funcionários, mas acabou sendo descoberto pelos fãs. Teve, portanto, de funcionar na marra, enquanto terminava de arrumar o lugar. E nunca mais parou.

.....................................

O esquema é exatamente o mesmo que já rolava na embaixada: o hambúrger básico, com carne e queijo mussarela, pode ser complementado de graça com vários ingredientes do bufê. Há saladinhas várias (alface, tomate, cenoura, milho, etc.), batata palha e um guacamole famoso. Existem também complementos mais chiquezinhos, pedidos e pagos à parte, como queijo cheddar e cogumelos, entre outros.

É tudo bom e bem servido, posso assegurar.

Para completar, há porções diversas de acompanhamentos, como batata frita (não provei).

O hambúrger de carne tem o mesmo tamanho prometido pelo Marvin, 140g, com a diferença de que o preço é bem menor que o do concorrente. Na última vez em que estive no Marvin (lá pelo fim de 2007), o sanduíche custava R$ 15, pelo menos. Deve estar mais caro hoje, com certeza. O do Burger Gourmet sai por R$ 9, em média.

Justiça seja feita, o ambiente do Marvin é muito mais caprichado em termos de decoração.

......................................

Se você der sorte, como eu dei, vai encontrar o lugar vazio e o Steve com vontade de conversar. Se for em inglês, aí é que o papo engrena mesmo!

Aí, você vai ouvir histórias de pescador (ele pescou durante um tempão na Flórida); de cantores country absolutamente desconhecidos para os brasileiros; de música, em geral; e, principalmente, vai saber todas as idéias que o cara tem para o lugar. São muitas!

A começar pela churrasqueira portátil que ele quer instalar para fazer umas coisinhas e pela comida mexicana boa e barata que ele pensa em colocar no cardápio, por exemplo. Mas é bom avisar que, com o Steve, nenhuma proposta é para ontem. É preciso tempo e grana. Basta saber que a Burger Gourmet demorou anos para sair do papel, embora o homem já falasse dela em tudo quanto fosse happy-hour.

........................................

Há uns meses, na loja do lado, surgiu um tapume escrito Houston - American Burgers. Aí, antes mesmo de ir à Burger Gourmet pela primeira vez, fiquei me perguntando se esta seria a versão definitiva do negócio. Mas não: o estabelecimento é mesmo de outro dono.

Se a loja acompanhar o estilo da muretinha de madeira, vai ser muito mais charmosa -- e, provavelmente, cara. Bom, concorrência faz parte da vida, né? E eu acho que vai haver consumidores para os dois lugares: para o hambúrger estiloso da Houston e para a simplicidade reconfortante da BG.

Tanto melhor para nós, consumidores, que ambas as casas sejam legais e prosperem.

.....................................

BURGER GOURMET

412 Norte. Diariamente, das 18h à 0h.

24 comentários:

Marcelo Saboia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
m.Jo. disse...

Gostei da dica. Qualquer hora vou experimentar.
bjks

Mayla disse...

Oi, Cerattinha!
Deu vontade de dar um pulo em brasília só para checar sua dica... beijos!

Helga disse...

Putz, mais uma vez um comentario sobre a tal casa de hamburgueres. Nunca fui la, mas pelo jeito deveria. Comi no Marvin, gostei bastante.

Acho que gostaria ate mais desse ai, soa bem simpatico. :)

Mari Ceratti disse...

Vão sim, amigos! Vale ir nem que seja só para criticar, rsrsrs. : )

VBN disse...

Fui no Burger Gourmet hoje por indicação deste site. Valeu a dica. O lugar é bem simples e a comida é uma delícia.

Mari Ceratti disse...

Vale dizer que o Steve nunca trocou a plaquinha e que o hambúrguer do Houston é gigante e cheiroso, embora eu ainda não o tenha provado...

Beethoven disse...

Olá!
Costuma ir ao Burger Gourmet para comer o hamburguer do gringo, mas infelizmente a situação de precariedade de quando ele começou o negócio está ainda pior!!! na hora de pagar a conta, pude observar o estado sujo e mal organizado da cozinha!! num buraco na parede q parecia de interruptor de luz, saía e entrava uma família inteira de baratas, contando com tios e avós! um nojo terrível!

Morador da 412 disse...

Realmente o Burger Gourmet é bem sujinho... Já o Houston é bacana. Agora, o mais legal é alguém escrevendo sobre minha quadra...

Marcelo Saboia disse...

Domingo não sei, mas a Casa abre segunda tb, sua informação está desatualizada.
O lugar deixa um pouco a desejar em matéria de instalações, mas é de uma autenticidade imbatível, além da boa comida e dos bons preços...
abs

Mari Ceratti disse...

Marcelo,
Observe que este é um post de janeiro de 2010. Se você quiser compartilhar a informação atualizada, agradeço. Senão, o quanto antes, me prontifico a trazer o serviço que estiver valendo.
Abraços.

Marcelo Saboia disse...

Eu percebi que o post não é recente, mas informação desatualizada é informação desatualizada. Não sei os dias e horários de funcionamengto do BG, e acho que é o caso de vc dar uma passada lá (me lembro que morava perto) assim que puder e atualizar a informação - ok?
abs

Helga disse...

Aaaaaahahahahahaha

Pô, Mari, como vc tem coragem de manter uma info desatualizada desse jeito?

Marcelo Saboia disse...

Helga, vc perdeu uma ótima oportunidade de não comentar...

Mari Ceratti disse...

Não briguem, crianças.

Hahahaahahahahahhaahaha!

Acabei de ligar para tentar confirmar a informação e nada de alguém atender. Mais tarde eu passo e apuro a informação.

Abs!

Helga disse...

Ô, Marcelo, não se irrite. Não fui eu, foi uma resposta automática ao seu comentário. Poderia ter sido feita por qualquer outra pessoa.

E é aquele negócio, se você fala, qualquer um pode falar também, né. Foi você que excluiu seu antigo elogio ao post, o 1o comentário?

Mari, desnecessário ficar procurando desatualizações no seu blog pra ficar corrigindo. Ainda mais com post fazendo aniversário. :P

Mari Ceratti disse...

Caros,

O horário de funcionamento foi atualizado. Discussões à parte, esse post dá leitura à beça no blog, mesmo estando velhusco, e quem lê merece a informação correta, independentemente de quem seja.

Abraços a todos.

Marcelo Saboia disse...

Meu primeiro comentário não era um 'elogio', e sim uma brincadeira, pois não sei se sabe mas sou Crítico gastronômico, e a Mariana 'concorreu' comigo (aliás tenho crítica do BG no meu site) qdo. falou sobre uma Lanchonete. Achei que esse comentário já tinha perdido o interesse e por isso o removi do post.
A palavra escrita fica, e é às vezes sujeita a interpretações. Embora possa não ter sido a sua intenção (ao que tudo indica), alguém desavisado pode achar que vc quis ridicularizar a autora do Blog...
abs

Helga disse...

Então tá bom, voltemos à nossa programação normal então.

Virgínia Martins disse...

Muito bom restaurante!

harley disse...

Dica Sensacional, Mari!!
Chili Burger matador.

Anônimo disse...

É difícil achar um espaço aberto a comentários na internet que não contenha ao menos uma discussão, hoje em dia...

Marcelo Saboia disse...

Discussões de bom nível são saudáveis...

Pedro Santos disse...

Marcelo, não cabe a autora ficar atualizando cada post que ela escreve. Cada postagem refere-se especificadamente ao momento, ao tempo em que foi feito o comentario.

Cabe a qm se interessar correr atrás de novas informacoes a respeito do relato da autora.


Quanto à minha opiniao referente a hamburgueira do Steve, achei muito simples, assusta todos aqueles que valorizam um bom ambiente....ressalta-se ao meu ver, que o dono do local ainda possui uma visão mercadologica estritamente americana, por isso o local ainda nao foi e duvido que seja "repaginado". Como já falaram, é um local tipicamente ao estilo "road diner" da gringa...então dispensa comentarios em relação ao ambiente.

Acho que ele deveria se preocupar mais com a limpeza do local, é de desconfiar da qualidade e higiene do local. No entanto o sanduba que comi estava saboroso, as batatas também. Já o da minha esposa estava com gosto marcante da chapa, e do gosto ransoso do pão velho.

Vale o risco para conhecer apenas, afinal o prço lá subiu faz tempo, está mt caro...praticamente o mesmoo valor do Marvin se você pedir adicionais + fritas.

Abraço!!! Sucesso ao blog!!