domingo, março 27, 2005

Feriado, chocolate, chuva e tal

Minha vida é assim: se trabalhei no Natal, devo folgar no ano novo. Se passei o carnaval na redação, a páscoa devo passar em casa.
Assim o calendário se cumpriu, de modo que estou desde quinta-feira sem pensar em pautas, leads, fontes e outras coisas da nossa rotina.
No máximo vejo o telejornal e assisto à TV. Passo o dia usando calça de pijama e outras coisas confortáveis. Curto a preguiça e me recuso apegar o carro para sair nessa chuva chata (é a única coisa ruim deste feriado. Quer apostar que domingo no final da tarde o tempo abre?).
E vamos vivendo. Acho que a leseira chegou aos meus dedos e vou parar de escrever. Pegarei agora o livro dos judeus que o Erasmot me emprestou.
Que o coelhinho e o papai do céu sejam generosos em chocolates e bênçãos nesse domingão pascoal.
:)

Um comentário:

Felipe Campbell disse...

Que inveja!!! Dei meu primeiro plantão em feriado desde que voltei pro jornal. Mas já te disse isso: tô adorando. Futebol o tempo todo. E, como diria o Galvão, "haaaaaaaaaaaaja coração!" pra fechar três páginas com uma televisão rolando ao vivo uma cobrança de pênaltis do fluzão em cima de mim. É pra cardíaco!!!