terça-feira, março 17, 2009

A lua lá longe


Acreditem: a foto acima é de uma lua no momento em que nasce atrás das dunas e tem sua imagem refletida nas águas de um pequeno oásis. O cenário é Canoa Quebrada, Ceará. Foi uma visão tão inacreditável que não consegui pensar nem em técnicas de fotografia, em regulagem de máquina nem em nada mais. Deu no que deu: uma foto conceitual, para não dizer horrenda. Depois, fiquei pensando sobre a falta que faz um tripé.

Depois do primeiro clique, voltei ao normal e consegui fazer esses registros.

A lua arrasou naquele dia. Valeu a pena ser picada por uns 17 mosquitos ao mesmo tempo só para conseguir fotografá-la. Calombos? Imagiiiiiiiiina. Quase nada.

Terminei a sessão dando vivas e mais vivas ao zoom ótico (10x) da máquina. Zoom ótico é tudo, minha gente. Amanhã eu mostro a Broadway de Canoa pra vocês. Beijos!

2 comentários:

solin disse...

conceituallll
adorei.rs

ah,compre sim um tripé. no geral, em fotos noturnas necessitam.

bjo

Bibiana disse...

Lua-sol, que energia! Parece que essa viagem te revigorou. Deu até vontade de ir também!! Bjs.
passosdapoesia.blogspot.com