domingo, março 22, 2009

Listinha dominical

Essa é curiosa. Dia desses, estava navegando à toa na vida quando descobri que fui convidada pelo Daniel Becher a responder uma lista (também conhecido como meme) sobre cinco coisas que me irritam. Detalhe: o tal convite foi feito há uns dois anos, quando achei que a minha vida blogueira já tinha acabado. E só recentemente soube que ele existia. Seguem as respostas. E, caro colega da blogosfera, perdoe o atraso.

* * * * * Cinco bobagens que irritam esta blogueira * * * * *

1. Pisar de meia no chão molhado

Isso costuma acontecer com quem considera chinelo um item secundário. E é um saco! Principalmente quando você acabou de vestir a meia.

2. Restaurantes self-service que salpicam cebolinha e coentro em ingredientes nada a ver

Você está lá no restaurante, feliz e contente, montando uma saladinha para o almoço. Quando vai pegar, por exemplo, a beterraba ralada, vê que há um quilo de cebolinha a título de decoração. P****, cebolinha é feia e embrulha o estômago. Cebolinha não é decoração, cebolinha não deveria ser sequer recomendada para o consumo humano! Já deixei de botar algumas coisas no prato em várias ocasiões porque achei que o esforço para catar esses temperinhos (sim, porque eu cato todos eles) ia acabar com o meu prazer de comer.

3. Calçadas que levam do nada ao lugar algum

Fiz um post sobre isso recentemente. É uma das coisas mais brasilienses que existem, e quase ninguém toca no assunto.

4. Ar-condicionado sem medida

Funciona assim: ou ele está desligado ou ele dá temperatura polar ao ambiente. Como numa vez em que viajei à Bahia de ônibus, estava um calor do inferno e o motorista disse que o ar-condicionado só funcionaria mais tarde, quando a noite ficasse mais fria. É mole? Pois foi exatamente o que aconteceu. Na madrugada, esfriou. E o ar ajudou a dar mais uma geladinha na galera. Brrrrrrrrrrr.

5. Barulho de secador de cabelo

Essa é auto-explicativa. É inacreditável que, com tanta tecnologia nesse mundo, ninguém ainda tenha feito nada para resolver o problema. Imagine quem trabalha como cabeleireiro e tem de ouvir esse barulho todo dia, toda hora? Infernal.

Bom, é isso. Espero que as respostas não estejam muito bizarras.

Normalmente, esse tipo de lista vem acompanhado por um convite para cinco pessoas responderem. Vou burlar a norma (oh!!!) e não chamar ninguém especificamente porque nunca sei quem está com tempo ou paciência para essas coisas. Quem quiser responder responde -- seja nos comentários, seja nos próprios blogs. E se quiser botar o link para o MCDQEPD no blog, vou achar lindo. Bom domingo a todos.

3 comentários:

solin disse...

rs
ahh, quanta coisa em comum.

umas coisinhas surreais né.
tipo, aqui perto de casa, tem umas barraquinhas de cachorro quente (muitos gostosos e higiênicos, por sinal) onde o equívoco é pôr coentro p decorar.
eu nunca concordei. é ruim, neste caso.

Olha, parte da familia do meu namorado mora em Brasília. quando um dia eu for aí, quero muito conhecer essas calçadas kkkkkkkkkk

Ar-condicionado: é justamente a falta de medida das pessoas que me fazem evitá-los.

Tem nada de bizarro com as respostas, rs
algumas situações levam todo o mérito.

ah, e sua câmera, deve ser uma semi-profissional. tantas funções
<3

bom domingo, queridissssssima, e espero as futuras fotos
;)

Mayra disse...

não resisto. aqui vão 5 coisas que eu odeio...
1 - barulho de pastilha de freio véia de moto véia. campeã das campeãs, praticamente já entra na lista como hors-concours.
2 - pessoas que conversam em cinema ou show - lugares públicos que, por serem públicos, são confundidos com casa da mãe joana (e como se a mãe joana deixasse entrar qualquer um dentro de casa).
3 - ar-condicionados enlouquecidos, sem dúvida. e motoristas de ônibus que acham que 13º são o novo rosa.
4 - computador. em geral.
5 - motoristas que ignoram o sinal vermelho.

... e uma que eu adoro:
eu adoro quando o itunes diz em dias quanto de música você tem (7.4 days).

Mefisto disse...

Durante algum tempo funcionou um salão na porta ao lado. Mas eu não sou bom vizinho tampouco: há o meu piano.
;)